Todos os países
Sistema de check-in da Gol fica fora do ar por mais de uma hora e 44,3% dos voos atrasam — Novidades e fotos no AllBiz Brasil
Todas as seções
All.BizBrasilNotíciasTransporteSistema de check-in da Gol fica fora do ar por mais de uma hora e 44,3% dos voos atrasam

Sistema de check-in da Gol fica fora do ar por mais de uma hora e 44,3% dos voos atrasam

23  Ou 2012 04:50 | Transporte

Uma semana após uma pane no sistema da TAM ter provocado atraso de mais de 30% de seus voos, nesta segunda-feira foi a vez de os passageiros da rival Gol enfrentarem o mesmo problema. Uma falha técnica na infraestrutura de rede da Gol tirou do ar o sistema de check-in e documentação de voos da companhia aérea por mais de uma hora em todo o país. Até o início da noite, os reflexos do problema ainda eram percebidos. Um total de 287 (44,3%) das 648 decolagens domésticas programadas para até 19h haviam sido feitas fora do horário. Entre as partidas internacionais, o percentual chegava a 48% (12 das 24 previstas). O índice de cancelamentos, no entanto, ficou abaixo de 6% nos voos com destinos no Brasil. Não houve suspensão de partidas internacionais.

O sistema da Gol ficou fora do ar das 9h40m às 11h, período durante o qual o check-in foi feito manualmente. Em nota, a empresa informou que os atrasos seriam regularizados de forma gradativa até a madrugada de desta terça-feira. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) disse que notificou a aérea para apurar a falha e que a empresa terá dez dias para comprovar a prestação de assistência aos passageiros, conforme previsto da resolução 141/2010. Em caso de descumprimento, a agência pode multar a companhia em R$ 4 mil a R$ 10 mil por passageiro, respeitando o teto de R$ 1,74 milhão por voo.

"A Anac está acompanhando o desempenho operacional da companhia e o eventual comprometimento da sua malha aérea por meio de fiscais que atuam em diversos aeroportos e por sistema de monitoramento eletrônico contínuo de atrasos e cancelamentos de voos", afirmou a agência, em nota.

A resolução 141 prevê que, nos casos de atraso, a companhia aérea ofereça, por exemplo, alimentação (duas horas de atraso) e acomodação (quatro horas). A Gol informou que os passageiros foram acomodados em voos da própria companhia ou de concorrentes.

Demissões à vista na Webjet

Problemas técnicos à parte, a Gol já iniciou o processo de integração com a Webjet, após aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) da fusão entre as duas empresas há pouco mais de dez dias. Desde segunda-feira passada, diretores da Gol têm se reunido com os executivos correspondentes da companhia carioca para detalhar possibilidades de sinergias. Os encontros têm se dado na sede da Webjet, no Rio.

Na última sexta-feira, a reunião foi com a divisão de manutenção. O recado transmitido aos executivos da Webjet, segundo fontes da companhia, é que o aproveitamento de funcionários nesta divisão será baixo, embora a Gol ainda não disponha de números de demissões. Como as duas empresas usam o mesmo modelo de avião, a Gol não precisa do expertise dos empregados da Webjet para manter os aviões funcionando. Além disso, a companhia paulista tem um grande centro de manutenção na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Outra área em que já foram constatadas superposições de postos de trabalho é a de atendentes de check-in. Funcionários da Webjet já estão sendo treinados no sistema da Gol, mas também não há um número fechado de dispensas. Oficialmente, a Gol não comenta as possíveis demissões.

Paralelamente à integração de pessoal, a Gol já está promovendo a integração tecnológica. Quem tenta comprar uma passagem da Webjet pela internet é direcionado para o site da Gol. Mas isso não vai acontecer por muito tempo. O último voo da Webjet está programado para julho de 2013, segundo uma fonte que teve acesso ao calendário de extinção da marca.

Fonte:  globo

Notícias da rubrica: Transporte

Compare0
LimparPosições escolhidas: 0